pequeno-almoço & brunch

Panquecas de farinha de mandioca

IMG_2265

Testadas e aprovadas! Estas panquecas respondem com nota alta a todos os critérios do que para mim faz uma boa panqueca: são deliciosas, têm uma boa textura e acompanham bem sabores doces e salgados. Para além disso não têm glúten, laticínios ou açúcar refinado, que são requisitos que tenho procurado em novas receitas a testar, mas sem comprometer o sabor.

Desde que procurei e encontrei uma receita que usasse farinha de mandioca, têm-me feito companhia ao pequeno-almoço, juntamente com um pouco de manteiga de caju, um fio de xarope de ácer e fruta fresca (ou um coulis de frutos vermelhos), mas também ficam deliciosas com fiambre de perú fumado e puré de maçã caseiro (uma conjugação de sabores que trouxe de uma recente viagem à Holanda).

IMG_2274

Como tenho a manteiga de caju quase a acabar acho que vou fazer mais uma dose de manteiga de girassol!

A farinha de mandioca /Adenda importante!

Várias pessoas comentaram esta receita, dizendo que a massa ficou muito espessa. A farinha que usei trouxe-a avulso de um restaurante/mercearia africana aqui em Aveiro (a senhora usa-a para fazer funge, que é a “papa” de mandioca que acompanha tipicamente a moamba) mas já a vi à venda nos hipermercados, portanto acredito que seja muito fácil de encontrar. É uma farinha fina que aparentemente nada tem a ver com a farinha de mandioca comprada nos supermercados. Como a mercearia onde comprava esta farinha fechou, a próxima vez que fizer estas panquecas, irei usar polvilho doce, que me parece ter a textura mais aproximada à farinha de mandioca que usei nesta receita.

Adenda 2
Entretanto já usei polvilho nesta receita e não fiquei completamente satisfeita com o resultado. Sugiro mesmo a utilização de farinha de mandioca.

Panquecas de farinha de mandioca

Print Recipe
Serves: 4 a 6 pessoas Cooking Time: 25 mins

Ingredients

  • 1 chávena de farinha de mandioca fina
  • 2 colheres de sopa de açúcar de côco
  • 2 colheres de chá de fermento em pó (usei sem glúten)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 1 chávena + 1/4 de bebida vegetal (já usei de côco e de amêndoa)
  • 2 colheres de sopa de óleo de côco (ou manteiga derretida)
  • 1 ovo

Instructions

1

Misture todos os ingredientes secos num recipiente

2

Misture os ingredientes líquidos noutro recipiente

3

Junte os líquidos aos secos incorporando-os, sem bater demasiado

4

Deixe a massa descansar cerca de 30 minutos (ou no mínimo 10 minutos)

5

Leve uma frigideira anti-aderente a lume baixo ligeiramente untada com óleo de côco

6

Vá colocando porções de massa na frigideira e deixe cozinhar durante cerca de 2 minutos ou até formar bolinhas

7

Vire as panquecas e deixe cozinhar do outro lado até dourar

Estas panquecas congelam bem, mas convém colocar papel vegetal a separar cada uma. E é boa ideia fazer em quantidade para poder comer panquecas durante a semana! ;-) Leva o seu tempo, mas vale bem a pena!

IMG_2272

 

IMG_2263

Newsletter

You Might Also Like

25 Comments

  • Reply
    joana
    February 2, 2016 at 12:23 pm

    fantástica receita! vou já experimentar! curiosamente comprei um pacote dessa farinha no supermercado há pouco tempo e estava à espera de uma boa “desculpa” para a usar!
    beijinho

    • Reply
      cristina guimarães
      February 2, 2016 at 9:50 pm

      Olá Joana,

      Depois conta se ficou bem :)
      beijinhos

  • Reply
    José Carlos
    October 8, 2016 at 9:12 am

    Bom dia. Estou a fazer hoje, pela primeira vez. (até nem sou bom na cozinha, mas vou exprimentar) Tenho um problema de saude, e tenho que me cuidar! Só não sei para quantas panquecas é que dá estas quantidades…..espero que dê para o pequeno almoço de 3 pessoas, senão estoy frito!!! Loooo. Depois partilho o resultado. Obrigado.

    • Reply
      cristina guimarães
      October 8, 2016 at 3:15 pm

      Olá!

      Acho que dá para 3! E então, gostou? ;-)

  • Reply
    5 pequenos-almoços sem lactose – Tomilho-limão
    October 10, 2016 at 11:59 pm

    […] 3 – Panquecas de tapioca […]

  • Reply
    Sara
    December 15, 2016 at 10:59 am

    Ola Cristina,
    Obrigada pela inspiração! – Será que salgada teríamos bom resultado tb??

    grata

    • Reply
      cristina guimarães
      December 17, 2016 at 12:53 pm

      Muito obrigada pelas palavras :) Não experimentei ainda fazer uma versão salgada mas mas penso que a consistência se adaptaria bem a uns crepes!
      Beijinhos

  • Reply
    Catarina
    March 6, 2017 at 8:02 am

    Será que podemos usar polvilho doce?

    • Reply
      cristina guimarães
      March 6, 2017 at 8:33 am

      Olá Catarina,

      Penso que sim, embora ainda não tenha experimentado. A textura é um pouco mais fina mas nada de muito diferente.
      Se experimentares depois conta como correu :-)
      Beijinhos,
      Cristina

  • Reply
    Inês
    April 1, 2017 at 6:32 pm

    Olá! Acabei de fazer a massa que está agora a “descansar”, mas estou com dúvidas se ficarão bem, pq a massa está completamente rija. É suposto? Qual a consistência da massa crua?
    Obrigada!
    Inês

    • Reply
      cristina guimarães
      April 1, 2017 at 8:30 pm

      Olá Inês, a consistência é parecida com a massa de crepes pelo que a massa até é mais para o líquido do que para o grosso. Que tipo de farinha usou? É fina ou mais tipo “areia”?

      • Reply
        Inês
        April 1, 2017 at 10:18 pm

        Olá Cristina. É tipo areia sim! Mas na embalagem diz “farinha”…

        • Reply
          cristina guimarães
          April 22, 2017 at 7:55 pm

          Já vi essa “farinha” à venda e não tem nada a ver com a que usei. Como referi no post, comprei farinha avulso diretamente a um restaurante africano, pelo que não tenho uma embalagem para mostrar. Irei fazer uma atualização ao post para tornar a questão da farinha mais explícita. Obrigada pelo feedback e lamento que não tenha corrido bem :(

  • Reply
    Sara
    April 22, 2017 at 1:32 pm

    Pois a mim aconteceu-me exatamente o mesmo. Massa em cru muito espessa :( vou acrescentar mais leite a ver que consigo salvar a massa…

    • Reply
      cristina guimarães
      April 22, 2017 at 7:52 pm

      Olá Sara,
      Que aborrecido! A farinha que usei é fina e não tipo areia como já vi entretanto à venda dos supermercados. Será que usou dessa? De todo o modo, vou conferir novamente todas as quantidades para ver se existe alguma falha na receita. Lamento muito o sucedido.

  • Reply
    Ana Lousada
    May 25, 2017 at 7:06 am

    Vou fazer as panquecas agora, a farinha de mandioca que tenho comprei a granel no Jumbo e é fininha, mas da cor da areia. É isso? Obrigada!

    • Reply
      cristina guimarães
      May 25, 2017 at 12:36 pm

      Olá Ana,
      Não sei se já fizeste as panquecas, mas se é fina não deves ter problema. Quando referi que seria tipo areia num comentário, era em relação à consistência.

      Beijinhos,

  • Reply
    andreia valente
    July 10, 2017 at 11:11 pm

    ola gostaria de saber se a massa dá para guardar no frigorífico de um dia para o outro. obg

    • Reply
      cristina guimarães
      October 9, 2017 at 10:12 pm

      Olá Andreia,

      Nunca experimentei, que me recorde.

      Beijinhos,
      Cristina

  • Reply
    Isabel Ruiz
    November 29, 2017 at 10:12 pm

    Obrigada Cristina pela receita…eu também tive o mesmo problema com a masa mas eu sim usei a masa de mandioca fina! Me pareceu estranho que ficara tão espesa, mais como uma pasta…também adicionei mais leite depois mas não sei se ficou a consistência certa…

    • Reply
      cristina guimarães
      December 2, 2017 at 3:12 pm

      Olá Isabel,

      Lamento muito que tenha acontecido. As farinhas de mandioca que estão à venda nos supermercados são do tipo “farinha de pau”. Há uma versão tipo areia e outra mais fina. Terá usado essa? Eu penso que a farinha que usei é mais aproximada ao polvilho doce, mas como refiro na receita, comprei numa mercearia africana que por sinal já fechou. Quando voltar a fazer estas panquecas vou usar polvilho.

  • Reply
    Maria
    April 22, 2018 at 9:42 am

    As panquecas não ficaram bem, demasiado espessas, depois adicionei leite, mas ficaram sem jeito, super finas e nada fofas.
    Devia rever a receita.

    • Reply
      cristina guimarães
      April 22, 2018 at 9:51 am

      Olá Maria,

      Agradeço o seu feedback. Já fiz esta receita várias vezes com sucesso. Já revi a receita e cheguei à conclusão que a escolha da farinha pode influenciar o resultado final. Leu a adenda que fiz à receita em que sugiro a utilização de polvilho? Usou polvilho? Estas panquecas têm um aspeto mais semelhante a crepes do que a panquecas fofas.
      Espero ter ajudado.
      Um beijinho,
      Cristina

      • Reply
        Vera Crujeira
        August 7, 2018 at 4:18 pm

        Olá Cristina. Cheguei a esta receita porque ando sempre à procura de novas receitas de panquecas, para variar um pouco e também em busca da consistência certa. Vou experimentar esta receita, mas queria dar uma achega. Penso que se refere a fuba de mandioca quando fala em farinha de mandioca fina, porque na verdade a fuba é a farinha de mandioca extra-fina. Já há à venda em muitos hipermercados, como no Jumbo (que foi onde comprei), mas também em lojas de produtos brasileiros ou africanos. Se tiver oportunidade, procure no Jumbo e experimente para comparar se tem a ver com a que usou. Eu também irei experimentar e depois darei aqui o feedback.

        • Reply
          cristina guimarães
          October 22, 2018 at 10:46 pm

          Confesso que fico muito triste quando me dizem que não conseguiram fazer a receita :-( A mim correu sempre bem… Penso que é mesmo isso, fuba. Utilizei a expressão farinha de mandioca fica para distinguir da que tem consistência de areia. Entretanto comprei outras farinhas que me trouxeram do Martim Moniz para testar. Talvez grave um vídeo para mostrar passo a passo!

    Leave a Reply